Smartphone até 1000 reais - saiba como escolher

Smartphone até 1000 reais novo: 5 dicas para escolher [2022]

Então você tá pretendendo adquirir um novo Smartphone até 1000 reais e está indeciso ou não faz a menor ideia de qual comprar? Você acaba de encontrar uma seleção de dicas bem inteligentes para botar em prática antes da sua decisão final.

Uma das principais dúvidas na hora de comprar um smartphone novo é se ele possui as funcionalidades e características que você precisa para buscar o melhor custo benefício, afinal, todos querem comprar um celular que se adeque às suas necessidades e que tenha um custo ainda mais aceitável.

Celular menos de 1000 reais dentro de minha necessidade: como escolher?

saiba as melhores opções de celular menos de 1000 reais

Mais do que apenas comprar um modelo específico, verifique sempre se pode comprar a configuração mais adequada às suas necessidades. Sim, sabemos que comparar celulares é sempre difícil, mas acho que podemos te ajudar na prática.

Há tempos que as principais marcas vendidas no Brasil focaram uma ou mais linhas de suas produções na faixa de celulares abaixo de 1000 reais, e isso não é por acaso, boa parte da população busca (por vários motivos) aparelhos neste valor médio.

A partir de agora vamos mostrar 5 dicas práticas para que você possa escolher o celular menos de 1000 reais de acordo com suas necessidades e quanto quer pagar, além de outros tópicos – como evitar as marcas e os modelos mais famosos (com grande apelo de marketing, altos custos, e muitas das vezes, fora das suas necessidades).

Dicas para escolher e adquirir celulares abaixo de 1000 reais:

1 – Compre um Smartphone até 1000 reais que atenda às suas necessidades imediatas

Qual o melhor smartphone até 1000 reais

Resumo desta dica: não invente novas “exigências” por causa da aquisição de um novo Smartphone até 1000 reais.

Um celular atual é um aparelho com múltiplas funções (há décadas o celular não é mais para telefonar, apenas), e é mais interessante atender sempre as demandas existentes com um modelo funcional, do que se entregar a modismos, comprando aparelhos com recursos que, para você, as vezes, nem faz diferença.

Foca apenas em sua precisão atual e/ou aquelas outras que você está convicto que terá num futuro breve.

Para dar ainda mais clareza a nossa dica, vamos usar um exemplo real e prático.

Imagine que você vai dar um novo aparelho para sua filha(o), e tem a convicção que é para que ele possa jogar. Quais seriam então os pontos a se dar prioridade no novo smartphone?

Os 3 pontos principais, na ordem, seriam:

  1. o processador (responsável pela resposta de execução dos apps, além de força de processamento),
  2. a bateria (que se não tiver uma boa duração mínima, vai interromper a diversão com frequência) e
  3. o volume de armazenamento (muitos jogos e apps).

Ótimas opções até 1000 reais, para este caso, seriam o Philco Hit P10 (com generosos 128GB de espaço, porém, com 4000 mAH de bateria, o que poderia ser melhor) e o Redmi 10C (que tem um processador de oito núcleos interessantíssimo, o SM6225 Snapdragon 680 4G Qualcomm 2.4Ghz, além de um telão de 6.7’ e a super bateria de 5000 mAh).

Se você realmente quer conhecer a funcionalidade específica de um aparelho, e se ela resolve um problema que antes não tinha solução, aproveite. A exemplo, citamos a famosa “maçãzinha” – é claro que o celular da Apple é incrível, mas comprar iphone barato é praticamente impossível, por isso pergunte-se: “Realmente preciso dele?”

2 – Telefones ate 1000 reais: Busque o upgrade das especificações do smartphone, mas cuidado com excessos

telefones ate 1000 reais

Vamos lá, se você usa muito pouca memória de armazenamento do telefone e 128 GB (por exemplo) já dão mais do que conta do recado e sobram, por que pagar mais por um telefone com 256gb de memória? Este exemplo é didático, uma vez que é improvável que se consiga adquirir telefones até 1000 reais com 256GB de memória para arquivos.

Se você quase nunca tira selfies, você realmente precisa daquele novo modelo com uma câmera de selfie super mega potente? Se você quer evoluir o smartphone, foque em coisas que realmente vá usufruir, como por exemplo o NFCque te permite usar o celular como cartão de débito/crédito por aproximação, por exemplo.

3 – Verifique seu celular pretendido dentro de um plano na sua operadora

celulares abaixo de 1000 reais - android ou iphone - saiba quais pontos analisar

Se você realmente deseja trocar de dispositivo com mais frequência e/ou periodicidade, por que não optar por planos pós-pagos de operadoras que convertem seu consumo em pontos que permitem essencialmente trocar de dispositivo uma vez por ano?

Assim você sempre tem vantagens e um aparelho melhor por um preço mais baixo. O único desafio é que você poderá ficar preso ao contrato por mais tempo, mas se você não planeja trocar de operadora tão cedo, essa pode ser uma boa opção.

4 – Deixe um pouco de ser ‘entusiasta’ e pesquise todas as marcas antes de comprar

Qual o melhor celular na faixa de 1000 reais

Sabemos que comprar sempre da mesma marca é conveniente e interessante para quem já está acostumado com o sistema operacional e customizações, mas existe mesmo uma marca ideal? Até a Apple, que quase cria um culto em torno de seus produtos, está perdendo esse status para Xiaomi, Poco, Motorola, Samsung e outras marcas no Brasil.

Compare todas as marcas e compre o aparelho pelas suas características e não pela marca (dentro do que você definiu como prioridades, não esqueça). A Xiaomi, Lenovo e a Samsung tiveram algumas grandes inovações ultimamente e vale a pena dar uma olhada em seus dispositivos até 1000 reais.

5 – Dica contraintuitiva: Você realmente carece de um celular novo?

Qual melhor celular até 1000 reais 2022

Quem nunca foi influenciado a comprar por um simples impulso de compra, por um lançamento com grande apelo e marketing no mercado ou pela influência de amigos ou personalidades?

Cuidado para não gastar dinheiro desnecessariamente apenas para cumprir uma expectativa ilusória. Muitas pessoas acabam comprando o que não precisam e se arrependem alguns meses depois (isso justifica a gigantesca quantidade de pessoas vendendo seus celulares semi-novos ou recém-comprados nos grande marketplaces)

Esperamos que as dicas tenham sido úteis e práticas para você. Não tivemos (e não temos) a pretensão de te apontar um smartphone específico, indicando que o adquira; mas desejamos mesmo tornar sua próxima escolha de smartphone muito mais consciente, técnica e certeira.

Se você tem dúvidas e sugestões de novos conteúdos, pode deixar nos comentários abaixo. Até logo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.